12 junho 2007

Berlenga 2007 - A entrada na Barra de Aveiro, vista do Veronique



12 comentários:

garina do mar disse...

estavam cheios de coragem! ou seria inconsciência?

Rifon disse...

Nem coragem nem inconsciência.
Ou entrávamos ou seguiamos para Leixões...já com os ossos bem doridos.

garina do mar disse...

constou-me que poderiam ter esperado por uma altura de maré menos desfavorável ;)

Sailor Girl disse...

GANDA PINTA DE FOTOGRAFIAS, BUBBLES, SIM SENHOR!!! VIVA O QUADRO COMUNITÁRIO DE APOIO!!!

joao veiga disse...

O Bolha estava amarelo esverdeado com um caroço de azeitona preso no terminal do tubo digestivo.
Lembrava-lhe um dia que, a descer da serra da lousã, tinha caido no rio Ceira com a cesta da merenda entre as mãos.
Fez as fotos presentes que escolheu entre 257 outras que infelizmente ficaram ou desfocadas ou tremidas ou não em contra luz.

Sailor Girl disse...

LOLLLLL!!!!!!!

A VER NAVIOS disse...

O tempo estava zarro que nem um pé de cabra. Assim é que é, para verem quem são as "Matildes", como se diz em Íbalho, olá!
Viva a marinha de recreio portuguesa!
Mais não digo.........

Eugénio disse...

Estas fotos metem por terra a famosa frase do Zé Angelo que diz que nestas alturas não há mãos para fotos, porque uma é para a gente não cair borda fora, e a outra para segurar os ditos cujos.
Foram as duas mãozinhas na máquina a disparar ao "calhas".
:)

garina do mar disse...

vantagens do digital, pode-se disparar "às escuras" ;)
mas neste caso até te saíste bem (até têm o horizonte direitinho e tudo) e assim ninguém pode dizer que andaram a contar "histórias", o mar estava mesmo "animado"..
mas já percebi porque é que queres uma caixa estanque!!
ou nos States, ou no Hipólito, talvez haja umas "anti-salpicos muito fortes"...

BLUE MOON I disse...

Pois é Eugénio, ainda não chegeui a este capitulo: Fotografar com o nariz, enquanto segura a maquina com os dentinhos.
Fantásticas de qualquer modo!
Em Peniche, estava já arriar a grande para seguir para dentro, e parecia que o mar estaria mais calmo, ali; Uma volta de mar convenceu-me imediatamente do contrario, fazendo com que fosse jantar, mais tarde,completamente encharcado, e de chinelas made by " Patrick of Sines", que são a causa mais frequente de discussão a bordo!!!
Parabens Eugénio!

flying disse...

Nunca me lembra de ter 5 horas de navegação tão intensa.
Cheguei a surfar a 12 nós com genoa e vela grande.
Quando chego a barra diz-me o meu imediato Figueirdo!
Agora é que vem o pior.
Entrei em popa cerrada junto ao molho sul a cambar para meia laranja
Senti me um Tarzan dentro da ria
Ufa!!!!

Julio Quirino disse...

O mar estava rasgadinho...? Lembra-me qualquer coisa...